sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Educação

(Ânimos exaltados)"_ Você tem que ir para a escola!
_ Não quero estudar!
_ Vai estudar sim! E quero você formado em Faculdade!
_ Eu odeio estudar! Não irei para a droga de faculdade, já disse que quero ser caminhoneiro!"
Este foi o diálogo (?) que eu presenciei antes de chegar ao trabalho. Pais e o filho de... 7 anos discutindo. Fiquei com a seguinte reflexão:
ATÉ QUE PONTO OS PAIS DEVEM INFLUIR NA VIDA DOS SEUS FILHOS?

A minha geração foi marcada por pais autoritáriosque viam no serviço braçal o único meio para alcançar o sucesso profissional. Resultado: somos uma geração de pais neuróticos, que buscar se realizar em seus filhos; são pais "perdidos",não conhecem seus filhos , tampouco enxergam suas reais necessidades. Apoiam-se em uma única certeza: seus filhos devem frequentar a Faculdade.
Concordo que a educação é o caminho para a construção de um indivíduo independente e pensante; contudo, tal escolha deve ser, exclusiva, do indivíduo. Profissões que não exigem alto grau de escolaridade são de igual valor das demais e, ultimamente, o mercado de trabalho crescido bastante nestas áreas, devido a falta de profissionais técnicos (a remuneração financeira têm sido bastante satisfatória) e, sem eles, como o nosso país sobreviverá? Nossa sociedade está lotada de advogados, médicos e outros profissionais com cursos superiores, insatisfeitos e infelizes com sua profissão. Muitas vezes, se seguissem sua vocação, seriam açougueiros, mecânicos e caminhoeiros felizes e excelente profissionais.

Link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...